terça-feira, 1 de setembro de 2015

É, O MÊS DE AGOSTO SE FOI SEM TRAZER E DEIXAR O QUE NÓS ESPERÁVAMOS DELE, PORÉM SE FOI SEM CONSEGUIR LEVAR O QUE NÓS JÁ TÍNHAMOS ANTES, QUE É A NOSSA FÉ QUE JÁ REMOVEU ENES MONTANHAS E COM CERTEZA REMOVERÁ ALGUNS MORRINHOS RESTANTES.

_____________________________________________________________________
E NÃO É QUE O MEZ DE AGOSTO SE FOI MESMO? MAS FOI SOZINHO PORQUE A NOSSA ESPERANÇA QUE PROVÉM DA NOSSA FÉ EM DEUS ESTAS PERMANECEM FIRMES, A NOSSA SOLUÇÃO NÃO VEIO ATÉ O 28 DE AGOSTO COMO NÓS QUERÍAMOS, NO ENTANTO NÃO PASSARÁ DO DIA 25 DESTE ALIÁS, NÓS ACHAMOS QUE SERÁ BEM ANTES DISSO.
____________________________________________________________________________________

Pois é, exatamente do jeito que dissemos na matéria anterior sobre a tal de assembleia da despesca de peixes garoupas dos bolsos dos trouxas, heis aqui algumas razões constatadas que nós já prevíamos antes, vejamos: A 1ª) É que na data anunciada por eles, apesar de que nela eles já terão completado um ano lá, no entanto na pauta da ordem do dia do Edital não consta a prestação de contas do referido e desastrado exercício, apesar de ser uma obrigatoriedade. 2ª) É que consta na referida pauta a apresentação e discussão para aprovação de contrato de parceria para a montoeira com a MIYABRAS sem no entanto ter feito o distrato do contrato com a BS-III. 3ª) Ainda que estivesse no Edital tudo que está faltando porém, é absolutamente inconcebível um Edital assinado por alguém que já teve o mandato cassado 03, três vezes consecutivas, o que por si só já o destitui de toda e qualquer legalidade e validade jurídica.

Na verdade, essa demora do TJE-PA fazer cumprir o que ele mesmo já decidiu por três vezes consecutivas sobre o comando da Coomigasp, derrubando o decreto de intervenção efetuado pela Comarca de Curionópolis a pedido do MPE, e por extensão derrubando também a eleição da diretoria de Edinaldo, a do Conselho Fiscal e a reforma do Estatuto que são os principais atos derivados da intervenção, essa demora tem feito com que muitos garimpeiros não acreditem mais na Justiça do Pará, porém é preciso entender que a culpa dessa demora não é uma culpa exclusivamente da Justiça, mas também das partes demandantes envolvidas nessa disputa, e que constam nos autos que são três as quais são elas: O MPE como réu, o Vitor Albarado e o Valder Falcão como litigantes e pretendentes para assumir o cargo com suas respectivas ex-diretorias.

Ocorre porém que, no caso do primeiro citado no caso o MPE-PA, na qualidade de réu, já derrotado três vezes consecutivas na mesma instância, apesar de não ter mais nenhuma razão ou condição moral para opinar nessa lide, no entanto fica futricando só pra atrasar o desfecho final mesmo sabendo que não vai finalmente prevalecer, e sabendo também que nessa demora quem sai mais prejudicado são os garimpeiros. Por outro lado segundo se comenta, o 2º figurante o Sr. Vitor, embora estando preliminarmente habilitado nos autos  processuais do TJE-PA, mas não poderia assumir por problemas de não prestação de contas legal e adequadamente.

Enquanto que o Sr. Valder embora sendo o da vez na inviabilidade jurídica de Vitor, no entanto precisava primeiro se habilitar complementarmente, questão de alguns detalhes para poder efetivamente ser empossado pela Justiça no comando provisório da Coomigasp, então, tendo em vista que o que precisava para se viabilizar juridicamente dependia dele mesmo e não do judiciário, então não podemos ficar acusando e responsabilizando somente a Justiça por essa estressante, desnecessária, perfeitamente e de boa fé evitável demora ok?. E tenho dito.

                                                                                                                                                                                                                  

quinta-feira, 20 de agosto de 2015

E NÃO É QUE O MÊS DE AGOSTO ESTÁ SE FINDANDO?, MAS A ESPERANÇA DOS GARIMPEIROS NÃO, POIS AINDA ESTAMOS ESPERANDO CONFIANTES DE QUE ANTES DO DIA 30 A JUSTIÇA DARÁ CABO DE SUA EMPREITADA JÁ DECIDIDA E TRANSITADA EM JULGADO NO TJE-PA, FALTANDO SÓ EXECUTAR COMPLEMENTARMENTE, EXPEDINDO O COMPETENTE MANDADO ATRAVÉS DO OFICIAL PARA EMPOSSAR NA COOMIGASP ALGUÊM QUE ASSUMA PARA CONVOCAR UMA ASSEMBLEIA DE ELEIÇÃO GERAL PARA AMBOS OS CONSELHOS: ADMINISTRATIVO E FISCAL.

___________________________________________________________________________________
ASSEMBLEIA GERAL, OU ARAPUCA DE PEGAR REAL? OU É MESMO UMA TREMENDA PESCARIA DESSA EX-DIRETORIA, PARA DAR A ÚLTIMA TARRAFIADA NOS BOLSOS DOS COITADOS QUE ESTÃO SENDO MAIS UMA VEZ ENGANADOS, LUDIBRIADOS E DESPESCADOS DE SUAS ESCASSAS GARÔUPAS???
______________________________________________________________________________

     Essa é mesmo de lascar o cano, o pife e o cambito dos dois costais tudo de uma vez, uma ex-diretoria que já veio como um aborto, um feto que já nasceu morto, passou o tempo todo mentindo e enganando, pois desde dezembro do ano anterior ao que ocorreu aquele embuste chamado de eleição, que já havia uma primeira decisão do (TJE-PA) derrubando a intervenção e seus atos, através da Desembargadora Maria Filomena Almeida Buarque, que em despacho de decisão monocrática na condição e qualidade de relatora do processo que ela é e entendeu e decidiu assim, e depois disso houve mais duas decisões nesse mesmo sentido e do mesmo teor, uma outra dela mesma e mais a 3ª e última da 3ª Câmara Cível em forma de colegiado, ou pleno julgando o mérito da lide.

    E apesar de conscientes dessa condição de ilegalidade, por falta de legitimidade e consolidação jurídica, mesmo assim cometeram além de outros atos ilegais, tais como: uma assembleia em março desse ano, que embora tivesse a fantasia da inclusão social e prestação de contas furadas, desrespeitando a readequação de 2005, mas, no entanto com um único objetivo que foi o de arrecadar dinheiro, mais as propaladas vendas de muitas peças e materiais do projeto tais como, grande grupo gerador de energia elétrica, muitas centrais de ar condicionado e um farto montante de fiação e peças de cobre, alumínio e ferragens em geral, que formavam partes valiosíssimas das instalações e da própria estrutura da usina e do projeto ouro deixado pela colossos.

      Apurando em média mais de um milhão de reais segundo comentam, cujos valores sumiram sem trazer nenhum beneficio á sociedade. Mas, porém, achando tudo isso ainda pouco, agora inventaram mais uma verdadeira armação, outra arapuca de pegar real, que nada mais é e significa do que uma tarrafa de pescar garôpas (notas de cem). Heis que no apagar das luzes, no fechar das cortinas e limpar das gavetas ou seja, eles já sabendo que vão xispar, sair já-já de lá, e estando já de malas prontas pra se despedir do pódio, e achando que suas malas ainda não estão bem cheias, engendraram mais uma pseuda “assembleia geral” ou, tarrafeada ilegal só para fisgar real nos bolsos dos trouxas menos avisados, ou dos mais atroiados. 

     Mais nem que a vaca tussa, á depender da Justiça Estadual do Pará não haverá assembleia nenhuma em 27 de setembro como diz a última ex-diretoria da Coomigasp, só se for a Justiça Federal que desmanche o que fez o TJE-PA, no que não cremos. Pois entendemos, queremos e acreditamos que bem antes disso a Justiça dará um ponto final nesse imbróglio jurídico sobre o comando da Coomigasp e, ao nosso ver não será o TJE-PA desfazendo o que ele mesmo fez acertada e convenientemente e nem que a Justiça Federal cometa esse tendencioso equívoco.

Portanto acreditamos e queremos que o ponto final desse imbróglio seja da seguinte forma: Cumprir o que já estar decidido pelo TJE-PA, manter nulo de pleno direito o decreto de intervenção na Cooperativa, bem como seus principais atos derivados que foram a reforma do Estatuto e aquela mais que fajuta eleição. E empossar uma equipe provisoriamente, com a finalidade principal de convocar e realizar o mais rápido possível uma Assembleia de eleição Geral para ambos os Conselhos, de Administração e Fiscal ok?. E tenho dito.        


domingo, 2 de agosto de 2015

AGOSTO CHEGOU, E A ESPERANÇA DA SOCIEDADE GARIMPEIRA DE SERRA PELADA SE RENOVA, NOTADAMENTE OS ASSOCIADOS DA COOMIGASP, QUE ESPERAM PARA ESTE MÊS UMA FINALIZAÇÃO COMPLEMENTAR DO ENCRENCADO E COMPLEXO IMBRÓGLIO JURÍDICO QUE JÁ FOI DESMITIFICADO E DECIDIDO PELO (TJE-PA), TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO PARÁ, FALTANDO APENAS EXECUTAR, VAMOS AGUARDAR.

___________________________________________________________________________________
EM FIM JÁ ESTAMOS EM AGOSTO, UM MÊS QUE QUE DEVE NOS DAR GÔSTO, POIS MUITO NOS CUSTOU ESPERAR-LO, VISTO QUE JULHO FOI UMA VIA CRUCIS DE ANSIEDADE E SUPERAÇÃO PARA TODA COMUNIDADE GARIMPEIRA COOMIGASPIANA!!.
___________________________________________________________________________________

Depois de tanta ansiedade durante o mês de recesso do judiciário que foi julho, muito custou aos a todos os garimpeiros esperar e superar devido a falta de novos acontecimentos que gerasse notícias, mas principalmente a nós blogueiros, que somos agentes dessas notícias as quais não vieram para que pudesse-mos  publicar no meio garimpeiro, e por isso as cobranças foram intensas e incessantes. Em fim chegamos a agosto e as nossas esperanças se renovam no sentido de que, logo que os nobres Desembargadores voltem de suas merecidas férias, tratem logo de concluir complementarmente o processo da Coomigasp, definindo o que será o que, como e quem será quem doravante.

Acreditamos que do dia 10, dez em diante a qualquer momento teremos essa tão esperada notícia, de ser emitido o competente mandado de execução de posse, de quem for considerado por eles do TJE-PA dentro dos autos, legalmente habilitado para assumir o comando da Coomigasp provisoriamente para convocar imediatamente uma nova eleição e realizar a mesma, pois a Coomigasp está tal e qual um barco a deriva em alto mar, sem motor, sem remo, sem piloto e sem vela, em todos os sentidos prejudicada e prejudicando os seus associados, os quais esperam, clamam e imploram á dona justa, para que desembuche logo, o mais rápido e defina da melhor maneira possível essa questão, pois disso depende a sorte de uns e a vida de muitos que estão intrínscecamente atrelados á aquele mais que encrencado e complexo Eldorado-Metálico-Sul-Americano-Brasileiro.

                 A BRONCA SEM FUNDAMENTO, SERÀ VERDADE?

Fiquei sabendo por via telefone, que o atual e principal vigia, guardião de patrimônio da Coomigasp, ex. presidente, Sr. Edinaldo Aguiar Soares, está mais que bronqueado e pê da vida com a assessoria jurídica da Coomigasp, notadamente com a advogada Dra. Raquel, porque segundo a versão que me foi passada, ele teria mandado ela me processar judicialmente por calúnia, difamação e danos morais, e ela não cuidou de fazer a ação e impetrar logo, protocolando no fórum da Comarca de Curionópolis. Hora Sr. Edinaldo!, se for verdade isto que me passaram, é preciso que eu lhe diga essas três coisas: A 1ª) É que a Dra Raquel, assim como a maioria dos PHDs filiados á OAB do Brasil, certamente não ralaram faculdade de magistratura, se formar em direito para serem ignorantes, muito menos até esse ponto. 2ª) que se você tivesse o mínimo de noção sobre o que é direito, certamente saberia quando, onde é que cabe e convém uma ação desse tipo e dessa natureza.

Certamente saberia também que ela é advogada da Coomigasp, portanto é minha também e de todos nós associados e não somente sua, pra defender seus exclusivos interesses e caprichos ou melhor, carrancismos de ignorância pessoais, você deveria pelo menos distinguir as diferenças e contrastes existentes entre o que são: críticas construtivas, críticas destrutivas e esculhambação difamatória, já que não sabe o que é calúnia e difamação, pois calúnia é levantar falso ou seja, falsa acusação por exemplo: dizer afirmativamente que uma pessoa roubou sabendo que ela não roubou, ou sem saber ao certo se ela roubou. Enquanto que, difamação é dizer afirmativamente que a pessoa é uma coisa ruim que ela não é ex: afirmar que uma pessoa é traficante ou, estuprador, assassino ou usuário de drogas sem a pessoa ter feito nada disso. 

Observe e veja que, na minha atuação como blogueiro em relação a você tem sido tudo exatamente o contrário, pois tudo que tenho publicado a seu respeito está estaticamente documentado e não cabe nenhum sofisma para me prejudicar e até porque, as únicas coisas que tenho publicado afirmativamente e de minha autoria, são de cunho e natureza jurídica relativamente ao processo que tramitou no (TJE-PA), sobre o comando da Coomigasp, noticiando responsável e verdadeiramente que já houve três julgamentos cassando o seu mandato e que por isso, tanto você não é mais presidente assim como também os demais não são diretores.

Sei também que, isso é exatamente o que mais lhe irrita por um motivo bem distinto e específico que é, o estrangulamento do fluxo de caixa da Cooperativa, enquanto que as outras coisas que lhe incomodaram por ex: a propalada venda indevida e clandestina do grupo gerador de energia elétrica, centrais de ar, fios de cobre e outros desmontados e retirados da usina do projeto-ouro, ainda estão lá nas matérias das respectivas ocasiões do mesmo jeito que foram publicados originalmente ou seja, nada como minha afirmação, e sim como versão popular corrente e recorrente á boca miúda entre a população da Vila Serra Pelada e etc... inclusive de alguns ex. funcionários da sua conturbada, intransparente e gestão.


E quanto ao não fechamento das suas contas, eu apenas tenho repassado ao público leitor internautas do SERRAMIL, não só o que dizem alguns ex. funcionários de sua irresponsável ex. gestão, mas até mesmo alguns dos seus ex. diretores. Resumindo, a única coisa que eu tenho afirmado eu reafirmo é que: pelo menos até a presente data, nem você, nem um dos outros da turma que aí ainda estão, ninguém tem mais mandato juridicamente consolidado, com legitimidade suficiente para dar legalidade a assinatura de qualquer contrato com empresa nenhuma, nem mesmo a simples convocação de uma assembleia geral para aprovação de nada, e para provar isto eu não preciso de outra coisa se não os próprios autos e copias das três sentenças que já foram prolatadas dentro do mesmo ok?, e tenho dito. 
     

sexta-feira, 17 de julho de 2015

AO QUE PARECE, SÓ MESMO EM AGOSTO É QUE TEREMOS O DESFECHO FINAL DO IMBRÓGLIO DA COOMIGASP.

___________________________________________________________________________________
É, AO QUE PARECE NÓS VAMOS TER QUE ESPERAR MESMO O MÊS DE AGOSTO PRA VER O DESFECHO FINAL DESTA NOVELA DO PATANAL, QUE PARECE TER ALGUÉM MUITO FORTE QUERENDO MAIS UNS DEZ ANOS DE EMPURRÃO COM A BARRIGA, PRA DAR TEMPO DE MORRER O RESTINHO DE GARIMPEIROS TITULARES DE MATRÍCULAS E VETERANOS DO GARIMPO, QUE AINDA ESTÃO VIVOS REIVINDICANDO E DISPOSTOS A BRIGAR POR SEUS DIREITOS ATÉ O FIM.
___________________________________________________________________________________

Está nos parecendo possível ou provável que, a terceira turma do (TJE-PA), que fez o julgamento do mérito sobre a questão litigiosa no comando da Coomigasp, fato ocorrido no dia 17/06/2015 em Belém não tenha deixado oficialmente ordenado que seja efetuada a posse da equipe substitutiva ainda neste mês de recesso, julho, dando-nos á entender que ficou mesmo o desfecho final para agosto quando eles voltarem das merecidas férias.

Outra notícia que está rendendo muito trovão para pouca chuva é a visita de supostos empresários japoneses á Serra Pelada e uma pseuda negociação. Ocorre porém, que devido a falta de esclarecimento por parte de quem está clandestinamente representando a Coomigasp nisso, tem gente sonhando alto com coisa boa advinda dai, mas a versão e a realidade verdadeira ainda estão escondidas por trás das aparências fantasiosas que hora se apresentam nas faixadas das jogadas marqueteiras.

Se não vejamos e reflitamos sobre 03, três coisas e aspectos que a meu ver são no mínimo curiosas que são: 1ª) A propalada minuta pre-contratual não é sobre a exploração do ouro primário da mina em si, substituindo a Colossus como estão pensando, e sim sobre a montoeira e pretensamente substituindo a BS-III ok?. Então devido a esse fato, ainda que tudo estivesse sendo feito legalmente mesmo assim não se poderia alimentar falsas esperanças de gordos resultados pois nesse caso e dessa forma não há.

2ª) Este mesmo corretor Sr. Akio Miakio, que diga-se de passagem, é apenas um brasileiro descendente de pais japoneses, que vieram ao Brasil ainda na década de 60 fugindo da 2ª guerra mundial, o mesmo já fez contratos e mais contratos para explorar os rejeitos de Serra Pelada, pelo menos duas vezes fora essa de agora, a primeira vez foi com e através da Compro, na gestão do ex-presidente, finado Alencar, ele começou e fez até bonito no começo, mas depois sem mais nem menos, sem os garimpeiros saberem o porque abandonou totalmente o projeto sem explicar nada, e até hoje não sabemos se foi por falta de capital para continuar investido ou, se foi por falta de teor suficiente dos preciosos metais constatados no montante de material que foi beneficiado naquele período de quase um ano, ou ainda se foi por falta do devido e necessário licenciamento, a 2ª vez foi com a própria Coomigasp na gestão de Pedro Bernardino, e o resultado foi o mesmo. De maneiras que, por essas e outras tantas razões esse grupo em nada me inspira confiança, este é o meu ponto de vista.


3ª) Ainda que fosse sobre o ouro primário e tudo de verdade e legalmente, mesmo assim eu vejo um entrave jurídico de impedimento que é, o de que na Coomigasp não está tendo no momento ninguém com mandato e legitimidade representativa juridicamente para assinar nada que possa ter validade, e se fizerem isso mesmo assim sabendo que não tem validade nenhuma, é só uma tentativa de ver se cola pra pegar uma luva, e sabem o que é luva? É uma certa quantia de dinheiro pra diretoria em nome de adiantamento, e se não der certo por esse lado, mas pelo menos um determinado número de garimpeiros menos esclarecido vendo essa movimentação toda, termina acreditando que eles lá ainda são alguma coisa e haja levar dinheiro para eles em forma de pagamentos  e mensalidades, e ou anuidades e só, pelo menos por enquanto, é o meu ponto de vista. E tenho dito.