sexta-feira, 17 de julho de 2015

AO QUE PARECE, SÓ MESMO EM AGOSTO É QUE TEREMOS O DESFECHO FINAL DO IMBRÓGLIO DA COOMIGASP.

___________________________________________________________________________________
É, AO QUE PARECE NÓS VAMOS TER QUE ESPERAR MESMO O MÊS DE AGOSTO PRA VER O DESFECHO FINAL DESTA NOVELA DO PATANAL, QUE PARECE TER ALGUÉM MUITO FORTE QUERENDO MAIS UNS DEZ ANOS DE EMPURRÃO COM A BARRIGA, PRA DAR TEMPO DE MORRER O RESTINHO DE GARIMPEIROS TITULARES DE MATRÍCULAS E VETERANOS DO GARIMPO, QUE AINDA ESTÃO VIVOS REIVINDICANDO E DISPOSTOS A BRIGAR POR SEUS DIREITOS ATÉ O FIM.
___________________________________________________________________________________

Está nos parecendo possível ou provável que, a terceira turma do (TJE-PA), que fez o julgamento do mérito sobre a questão litigiosa no comando da Coomigasp, fato ocorrido no dia 17/06/2015 em Belém não tenha deixado oficialmente ordenado que seja efetuada a posse da equipe substitutiva ainda neste mês de recesso, julho, dando-nos á entender que ficou mesmo o desfecho final para agosto quando eles voltarem das merecidas férias.

Outra notícia que está rendendo muito trovão para pouca chuva é a visita de supostos empresários japoneses á Serra Pelada e uma pseuda negociação. Ocorre porém, que devido a falta de esclarecimento por parte de quem está clandestinamente representando a Coomigasp nisso, tem gente sonhando alto com coisa boa advinda dai, mas a versão e a realidade verdadeira ainda estão escondidas por trás das aparências fantasiosas que hora se apresentam nas faixadas das jogadas marqueteiras.

Se não vejamos e reflitamos sobre 03, três coisas e aspectos que a meu ver são no mínimo curiosas que são: 1ª) A propalada minuta pre-contratual não é sobre a exploração do ouro primário da mina em si, substituindo a Colossus como estão pensando, e sim sobre a montoeira e pretensamente substituindo a BS-III ok?. Então devido a esse fato, ainda que tudo estivesse sendo feito legalmente mesmo assim não se poderia alimentar falsas esperanças de gordos resultados pois nesse caso e dessa forma não há.

2ª) Este mesmo corretor Sr. Akio Miakio, que diga-se de passagem, é apenas um brasileiro descendente de pais japoneses, que vieram ao Brasil ainda na década de 60 fugindo da 2ª guerra mundial, o mesmo já fez contratos e mais contratos para explorar os rejeitos de Serra Pelada, pelo menos duas vezes fora essa de agora, a primeira vez foi com e através da Compro, na gestão do ex-presidente, finado Alencar, ele começou e fez até bonito no começo, mas depois sem mais nem menos, sem os garimpeiros saberem o porque abandonou totalmente o projeto sem explicar nada, e até hoje não sabemos se foi por falta de capital para continuar investido ou, se foi por falta de teor suficiente dos preciosos metais constatados no montante de material que foi beneficiado naquele período de quase um ano, ou ainda se foi por falta do devido e necessário licenciamento, a 2ª vez foi com a própria Coomigasp na gestão de Pedro Bernardino, e o resultado foi o mesmo. De maneiras que, por essas e outras tantas razões esse grupo em nada me inspira confiança, este é o meu ponto de vista.


3ª) Ainda que fosse sobre o ouro primário e tudo de verdade e legalmente, mesmo assim eu vejo um entrave jurídico de impedimento que é, o de que na Coomigasp não está tendo no momento ninguém com mandato e legitimidade representativa juridicamente para assinar nada que possa ter validade, e se fizerem isso mesmo assim sabendo que não tem validade nenhuma, é só uma tentativa de ver se cola pra pegar uma luva, e sabem o que é luva? É uma certa quantia de dinheiro pra diretoria em nome de adiantamento, e se não der certo por esse lado, mas pelo menos um determinado número de garimpeiros menos esclarecido vendo essa movimentação toda, termina acreditando que eles lá ainda são alguma coisa e haja levar dinheiro para eles em forma de pagamentos  e mensalidades, e ou anuidades e só, pelo menos por enquanto, é o meu ponto de vista. E tenho dito. 
    

quinta-feira, 2 de julho de 2015

ÊTA BALAIO DE GATOS E RATOS, MAS PRA ENGANAR QUEM?, HORA MAIS TAI, QUEM TIRAR OU DERRUBAR QUEM DE ONDE, SE NINGUÉM LÁ NÃO É MAIS NADA SE NÃO MEROS GUARDIÕES DE PATRIMÔNIO OU SIMPLES VIGIAS?. E OLHEM LÁ, VIGIEM DIREITINHO SE NÃO DEPOIS VAI TER NEGUINHO SENDO APERTADO PRA DAR CONTA DO QUE SUMIU EEEÊÊÊM?????.

___________________________________________________________________________________
O QUE ACONTECEU OU, O QUE ESTÁ ACONTECENDO COM A ÚLTIMA DECISÃO DO TJE, TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO PARÁ?. ESTA É A GRANDE PERGUNTA QUE ESTÁ PERMEANDO PREDOMINANTEMENTE A SOCIEDADE GARIMPEIRA COOMIGASPIANA EM TODO BRASIL.
___________________________________________________________________________

O motivo principal desta grande indagação que causa ainda maior ansiedade, é que este processo sobre o comando da Coomigasp está sigilosamente tramitando e sendo julgado em segredo de justiça ou seja, não publicamente igual aos demais, dai vem a enorme dificuldade de se obter informações seguras e confiáveis, dai também o motivo principal do atraso de matéria aqui no SERRAMIL, pois não se sabendo de nada novo sobre isso que é o assunto principal do momento, além do mais eu estava viajando para o Maranhão.

Pois bem, até o presente momento nós não temos a certeza se foi dado o despacho final, que é o mandado de cumprimento daquilo que foi decidido na votação sobre o mérito da questão no dia 17 do mês passado, junho de 20015 lá no TJE, onde ficou decidido por 04, quatro votos a zero pela nulidade total da intervenção e dos atos derivados da mesma tais como sendo os três principais: 1º) A assembleia de reforma do estatuto e todas os itens da pauta da ordem do dia que foram enganosa e arbitrariamente aprovados, sendo ela a principal, a ditatorial, arbitraria e híper confusa reforma estatutária.

2º) A fajuta auditoria do cartório que só fez chafurdo no arquivo, muita confusão na cabeça dos garimpeiros e um enorme furo financeiro no caixa da Cooperativa. E 3º) A súper fajuta e mais que corrupta eleição do dia 29/09/2014, onde e quando pessoas que podiam perfeitamente concorrer naquele pleito e foram impedidos como foi o meu caso, enquanto uns que nem garimpeiros eram pois as carteiras eram falsas, puderam disputar tranquilamente como o caso do Salvador que por isso foi afastado depois que discordou das contas furadas de Edinaldo e mais outros que ficaram lá e só caíram depois pela justiça juntos com com todos os seus pares, e ainda outros que foram impugnados sendo um deles por duas vezes e puderam também também como foi o caso típico de Edinaldo, caracterizando com isso uma escandalosa aberração jurídica e mais que isso, uma imoralidade, á considerar que quem comandou toda aquela parafernalha foi um pessoal que não merece mas vestem a toga da justiça paraense.

Portanto, por tudo isso e muito mais, principalmente a incompetência da justiça comum é que foi tudo aquilo graças á Deus já foi de águas a baixo. O que está faltando agora é só executar o que já está definitivamente decidido pelo TJE, e esta execução se dará com a posse de uma equipe provisória no comando da Coomigasp, a qual dependendo de quem seja terá a missão maior, e primordial função específica de convocar e realizar uma eleição geral para ambos os Conselhos, Administrativo e Fiscal, dar posse aos eleitos e pronto. Algo a mais do que isto já estará sob suspeita de ser análogo ao que já se praticou de errado anteriormente.

Então, para finalizar este assunto diremos o seguinte: É que o recesso do Judiciário já começou desde ontem dia 1º de julho e assim sendo, se o TJE tiver dado o despacho de execução do que já foi decidido antes até o dia 30 passado, a qualquer dia, hora e momento ainda deste mês haverá esta execução substitutiva resolutiva, no entanto se não tiverem formalizado oficialmente até a data acima citada, ai neste caso teremos que esperar para ver isto concretizado só no mês de agosto quando os Desembargadores que cuidam deste caso voltarem das féria de julho, tendo em vista que talvez os Desembargadores e Juízes que vão atuar no plantão durante o recesso de julho não possam, ou não quererão meter suas mãos nesta cumbuca mais que apimentada, porque não dizer mesmo inflamável e potencialmente explosiva?. O fato verdadeiro é que até agora não sabemos se já houve ou não esta determinação expressa mas, esperamos poder pescar esta informação com segurança daqui até quarta feira que vem, quando então estaremos publicando aqui no SERRAMIL, uma outra matéria pertinente dando detalhes e paulatinamente o resultado completo de tudo isso e como há de ser dai para frente ok?.

ÊTA BALAIO DE GATOS E RATOS. A OUTRA PERGUNTA QUE NÃO QUER CALAR, QUEM TIRAR QUEM DE ONDE? SE NINGUEM LÁ NÃO É MAIS NADA SE NÃO SIMPLES GUARDIÕES DE PATRIMÔNIO, QUE NUMA EXPRESSÃO MAIS SIMPLIFICADA E POPULAR, QUER DIZER E SIGNIFICA MEROS E RELES VIGIAS.

Pois é isto mesmo que está acontecendo na Coomigasp com a ex diretoria que já caiu, a coisa já não andava lá estes mares de rosas e calmarias, ou como nada que se assemelhe a normalidade, mas depois que eles não puderam mais contestar o SERRAMIL sobre a estrondosa queda deles, e tiveram a certeza que a queda é irreversível, virou mesmo um balaio de gatos e ratos, uns querendo tirar os outros, a turma o Edinaldo querendo tirar dois ex-diretores, mas no mérito da questão a grande pergunta não é esta, quem vai conseguir tirar quem, e sim quem tirar quem de onde? Se ninguém lá não é mais diretor em cargo nenhum?, na moral da história essa briguinha de comadre lá não passa de mais uma palhaçada para enganar, para que alguns menos avisados sócios pensem que eles ainda são alguma coisa e levem dinheiro para lá, pagando intempestivamente suas anuidades e mensalidades. Porque na moral e no mérito são apenas vigias ok?, até que tal situação seja ou fosse revertida, do que eu duvido e é mais que muito. E tenho dito.     


sábado, 20 de junho de 2015

E VIVA OS GARIMPEIROS E O SERRAMIL, O BLOG QUE NUNCA MENTIU, E QUE POR ISSO EM TERMOS DE COOMIGASP E SERRA PELADA AINDA É O MELHOR DO BRASIL. O TJE/PA AGORA NO DIA 17 PASSADO JULGOU E DERRUBOU DEFINITIVAMENTE A INTERVENÇÃO E SEUS ATOS NO CASO DA CRISE NO COMANDO DA COOMIGASP, ATRAVÉS DE UM COLEGIADO, A TURMA DE UMA DAS CÂMARAS CÍVEIS ISOLADAS DAQUELA CÔRTE DE DIREITO DE 2º GRAU DO ESTADO DO PARÁ, QUE DECIDIU COM 04 VOTOS PRA DERRUBAR E 0 VOTO PRA SEGURAR, A INTERVENÇÃO DE ALEXANDRE COM A DIRETORIA DE CURIÓ, HÉLIO RUBEM, jORDY, COLOSSUS E VALE.

__________________________________________________________
ACONTECEU E O MARTELO BATEU, EXATAMENTE NA DATA QUE ANUNCIAMOS E DA MANEIRA COMO PREVIMOS, FOI NO DIA 17 PASSADO, A CITADA TURMA DO PLENO DO TJE-PA DECIDIU POR 04 VOTOS A ZERO PELA DERRUBADA DEFINITIVA DA INTERVENÇÃO DO (M.P.E) E SEUS IRRESPONSÁVEIS ATOS DERIVADOS. BEM FEITO PRA QUEM DIZIA QUE AQUELAS MATÉRIAS COM COPIAS DE DE SENTÊNÇAS DO TRIBUNAL PUBLICADAS AQUI NO SERRAMIL, ERAM APENAS PAPEIS QUE NÃO SERVIAM NEM PARA FAZER HIGIENE PASSANDO LÁ....., E AGORA SEU EDINALDO E SEU PR. ALEXANDRE E SEU OTÁVIO??? VOCÊS AINDA VÃO DIZER QUE TUDO ERA E É FOFOCAS??, OU VÃO ENFIAR AS VOSSAS FUÇAS AONDE? EM, EM, EEEÊMÊM??. RESPONDAM QUEM ERA QUE ESTAVA MENTINDO PARA O POVO. HORA MAIS CHENTE. 
__________________________________________________________


Confirmando tudo que anunciamos anteriormente aqui no SERRAMIL, na quarta feira próxima passada, dia 17/06/2015 a citada turma do Tribunal de Justiça do Pará, decidiu por 04, quatro votos a zero manter as duas anteriores decisões da Desembargadora Maria Filomena Almeida Buarque, relatora do processo sobre o comando da COOMIGASP, Cooperativa de Mineração dos Garimpeiros de Serra Pelada.

Com esse resultado chega ao fim pelo menos a penúltima etapa, ou o penúltimo capítulo dessa questão que de tão longa está pior de que a novela do pantanal, que parece nunca querer terminar. Pois bem, para terminar este capítulo que precede o fim, só está faltando publicar o ACÓRDÃO do que foi decidido e executar ou seja, o que provavelmente será nesta quarta feira que vem, dia 24/06/2015.

O que para ser executado está faltando apenas definir quem é que vai assumir provisoriamente o comando da Coomigasp, se vai ser o Valder Falcão, o qual deverá convocar imediatamente uma eleição de verdade, justa e limpa que é o que mais de 90% dos garimpeiros estão querendo, ou Pacheco Albarado ou uma intervenção federal, ainda uma Comissão Provisória ou seja lá o que for que a justiça entenda como melhor e mais adequado para resolver de vez essa tremenda encrenca da mais alta complexidade, mas  que assim o faça proporcionando um final feliz para todos.

Lembrando que no caso de ser o Valder, para que isso aconteça é preciso ele se habilitar no processo até no máximo terça feira que vem, dia 23/06/2015 antes da publicação do referido ACÓRDÃO do Tribunal. Do contrário essa novela poderá se esticar mais ainda pelo fato da maioria absoluta dos garimpeiros não confiarem mais nenhum pouco, nem em Vitor nem em Valder para continuarem á frente da Coomigasp para gerir os negócios e defender os interesses de uma sociedade total e absolutamente decepcionada com ambos elementos.

E os motivos de tamanha decepção e desconfiança nem é preciso comentar agora, até porque todos já sabem de cor e salteado, e pelo menos por enquanto não há necessidade de se comentar tais fatos que são fartos. O que o povão está querendo e entusiasmado mesmo é eleição já para os dois Conselhos, Administrativo e Fiscal, uma eleição de verdade. Onde haja opção e plena liberdade de escolha, sem coação, sem imposição, sem ditadura nem barganha, mas tudo cristalinamente limpo como manda o figurino justo e dentro das leis pertinentes que são: A lei do Cooperativismo Nº 5.764/71 e o Estatuto da Coomigasp anterior á intervenção, e tenho dito         




quarta-feira, 17 de junho de 2015

É HOJE, PELO MENOS É O QUE ESTÁ PROGRAMADO NO TJE-PA, PROVAVELMENTE NA PARTE DA TARDE SERÁ VOTADA PELO PLENO DO TRIBUNAL A DECISÃO DA DESEMBARGADORA MARIA FILOMENA ALMEIDA BUARQUE, QUE DERRUBOU O DECRETO DE INTERVENÇÃO NA COOOMIGASP, BEM COMO TODOS OS ATOS DERIVADOS DA MESMA.

____________________________________________________________________________________
NOVAMENTE EU REPITO PARA TODO BRASIL, O SERRAMIL NUNCA MENTIU, O PASSAR DO TEMPO E O DESENROLAR DOS FATOS ESTÃO CADA VEZ MAIS MOSTRANDO ISSO, QUE QUEM MENTIU FORAM OS PROFICIONAIS E ESCRAVIZADOS DA MENTIRA E DA INVEJA, E QUEM SÃO ELES? SÃO TODOS OS QUE DISSERAM QUE O MILHOMEM E O SERRAMIL HAVÍAMOS MENTIDO, PRINCIPALMENTE NO TOCANTE A ESTE IMBRÓGLIO JURÍDICO SOBRE O COMANDO DA COOMIGASP.
____________________________________________________________________________________



É, custou, tardou, mas não falhou e até que em fim chegou, a tão esperada decisão conclusiva da dona Justa, digo justiça, resolvendo de vez a tão esticada pendenga sobre o encrencado comando da Coomigasp, foi neste final de mês passado, dia 29/05/2015, que a desembargadora Maria Filomena Almeida Buarque, relatora do Caso Coomigasp na 3ª câmara cível isolada do Tribunal de Justiça do Estado do Pará, decidiu monocraticamente manter sua decisão anterior, pelo fim daquele famigerado decreto de intervenção e seus atos derivados, decreto aquele que embora a principio tenha sido interpretado por muitos inclusive eu, como o fim da confusão, da roubalheira, e em fim como a vez do sonho dourado dos garimpeiros tornar-se em realidade, porém aos poucos e finalmente tornou-se em mais um gigante pesadelo que esperamos ter fim agora com essa martelada consolidadora de hoje no T.J.E-PA.

Desta forma e com esse resultado complementar e definitivo, caiu por terra o último e mais injusto e pejorativo ato da intervenção entre outros, que foi aquela que eu já disse e mais uma vez uma vez repito, mais que porca eleição e seu efeito mais danoso, que foi a fabricação e instalação de mais uma diretoria medíocre e irresponsável, com exceção talvez de alguns membros, diga-se de passagem. E com isso teremos em breve a convocação e realização de uma nova eleição, seja quem for que a justiça mande assumir á Coomigasp substituindo provisoriamente aquela armação de Curió, Lobão, VALE e Colossus que está lá. E espero que seja bem diferente e isenta daquela cebosidade imoral, chamada de eleição feita pela intervenção.

Caiu também a manobra anterior, o penúltimo ato da intervenção que foi aquela parafernalha burocrática e interesseira e tendenciosa chamada de reforma do Estatuto. Com isso volta a ter vigor o sistema anterior de fazer eleição ou seja, será ainda o de chapa fechada até que façamos uma reforma verdadeira e de vergonha. Agora se pergunta, será que essa turminha que está dando as cartas por lá e batendo a rifa sozinhos, deixando os garimpeiros de lado durante esses 08, oito meses, vão prestar contas de tudo direitinho como manda o figurino legal?, ou vão fazer como seus mestres antecessores?. De Já estou avisando porque sei quais serão as consequências desagradáveis se assim não acontecer ok?. E tenho dito. 

E ai se pergunta, se houve realmente essa decisão tão importante, e porque é que aquele leão de xácara e pau mandado do Curió ainda está lá com sua turminha de diretores capachões pintando e bordando, fazendo e acontecendo em?. Heis aqui a explicação, não só lógica mais também óbvia e concreta. É que, a supra citada e por demais inteligente Desembargadora, pela vasta experiência que tem do seu oficio, conhecendo bem este processo e sabendo que, pelo longo tempo de tramitação e seus intesticios regimentais cumpridos, e por isso estando já para ser julgado no pleno, resolveu então deixar para mandar efetuar e executar para o devido cumprimento do mesmo, só depois deste ser julgado em seção plenária que foi marcada para acontecer hoje, 17/06/2015 provavelmente a tarde, vamos ver se acontece hoje mesmo como está programado e se acontecer, vamos ver se a maioria dos 05, cinco desembargadores que compõem o pleno vão votar acompanhando o voto da relatoria.

Ai sim, se este for o resultado, no mínimo mais dois votos, que somando com o da relatora dá 03, ou se tiver mais 03 votos que com o voto dela dá 04, logo logo estará definitivamente sendo efetuada a execução para cumprimento, desta embora tardia mas muito significativa decisão para o povo garimpeiro, que terão em breve a oportunidade de eleger democraticamente e com lisura, uma diretoria para gerir a Coomigasp em um mandato integral de 04 anos, sem imposições de quem que que seja e tudo dentro da lei Nº 5.764/71 e do Estatuto da entidade anterior á intervenção, é isto que mais de 80% dos associados da Coomigasp querem e é pra já. Vamos então aguardar, na hora que eu botar a mão na copia da sentencia prolatada pelo pleno, publicarei uma outra matéria aqui em nosso SERRAMIL, com o referente texto e contendo a dita cuja copia ok?, e tenho dito.